Avenida Paulista: de novo a queridinha de São Paulo

Leitura de 5min

Avenida Paulista retoma status de principal cartão-postal de São Paulo e torna-se um dos locais mais atraentes para investidores do setor de varejo.

Principal cartão-postal de São Paulo, a Avenida Paulista é palco dos maiores acontecimentos culturais e empresariais do estado. Nos últimos anos, no entanto, esse último quesito deixou de ter a mesma relevância, devido, principalmente, à valorização no entorno da Avenida Faria Lima e a falta de terrenos para a construção de novos empreendimentos comerciais na região.

Porém, remetendo ao ditado “Quem é rei nunca perde a majestade”, a Paulista tem retomado seu antigo status. Beneficiada pelas ruas bem policiadas e boas calçadas, planas e largas, para o pedestre, as várias opções de transporte público, a concentração de centros culturais e universidades, entre outros fatores, o local tem atraído novos investimentos.

A avenida se tornou um espaço valorizado entre as grandes empresas do varejo, aumentando significativamente o preço do aluguel. Hoje, a média desse custo para uma loja já passa os R$200/m².”

Independentemente do cenário dos últimos anos, a Paulista mantém a primeira posição entre as áreas primárias que mais concentram escritórios em São Paulo, seguida por Faria Lima, Itaim, Vila Olímpia e Berrini. A constatação, divulgada no estudo interno Market Overview, promovido pela JLL, reforça outro fator de atratividade do local para os varejistas: a alta circulação, registrando um tráfego diário de aproximadamente 1,5 milhão de pessoas de todas as classes sociais.

Hoje não há um local da Paulista mais ou menos valorizado. Essa tendência é percebida de ponta a ponta. Isso pode ser notado no Shopping Pátio Paulista. Mais de 60 lojas foram lançadas em seu processo de expansão e todas foram negociadas de imediato. Hoje há um número considerável de grandes marcas de Varejo e empreendedores esperando uma oportunidade para se juntarem às marcas que já estão na avenida, como Marisa, Renner, Camisaria Colombo, Livraria Cultura, Brooksfield, entre outras.

A JLL tem acompanhado de perto esse movimento de mercado. A Avenida Paulista é, sem dúvida, uma das mais importantes e emblemáticas da América Latina, o equivalente ao que Champs-Elysees é para Paris.”