Em 2010, a Bristol-Myers Squibb procurou a JLL com mais um desafio para a área de Gestão de Projetos e Desenvolvimento: encontrar um prédio onde a multinacional – que, além de estar deixando a sede onde antes operava sua fábrica, desativada há alguns anos, mudava seu posicionamento de empresa do setor farmacêutico para Biofarma – pudesse instalar um laboratório e um escritório central. “Fomos contratados antes da definição da locação, para que fornecêssemos avaliação técnica e testfit dos imóveis que a Bristol tinha intenção de alugar”, diz Christina Coutinho, gerente de projetos.

Fornecemos segurança ao cliente para tomar decisões cruciais, como a escolha do prédio, por exemplo. Mostramos que o ideal seria um prédio próprio, mesmo antigo, capaz de gerar visibilidade e de acomodar um laboratório que servisse como uma verdadeira vitrine para seus clientes – e tudo dentro do budget e do prazo que a empresa demandava”, afirma Guilherme Soares.

Depois da escolha do edifício, uma construção de 22 anos com 11 mil metros quadrados de área total e sete mil metros quadrados de área de carpete, em São Paulo, a JLL partiu para a gestão do processo de reforma da área técnica predial para atender às necessidades do Laboratório de Qualidade e suportar as demandas do escritório. A equipe foi responsável pelo planejamento e seleção de fornecedores, gerindo também a comunicação entre o stakeholder interno e externo.

“A metodologia e a expertise da JLL auxiliaram a BMS a reduzir prazos internos de aprovações, possibilitando a implantação do projeto em apenas dez meses”, afirma Christina. “Demos suporte para o cliente viabilizar seus sonhos”.

Conheça mais sobre a área de Gestão de Projetos e Desenvolvimentos.