Construções verdes recorrem ao gerenciamento de propriedades

Leitura de 5min

Condomínios que visam a ações de sustentabilidade buscam bom posicionamento no mercado imobiliário por meio da gestão aplicada à infraestrutura.

 

De acordo com Jorge Azevedo, gerente de Infraestrutura da JLL, o Brasil ocupa o quarto lugar no ranking mundial de construções verdes. Ele explica que, ao todo, são 51 prédios certificados e 525 em processo de certificação. Dentre eles, encontra-se o edifício Marques dos Reis, localizado no Rio de Janeiro, que aderiu os telhados verdes à sua estrutura.

Este tipo de cobertura de prédios é conhecido em caráter mundial como Green Roofs, uma técnica de aplicação de solo e vegetação no telhado de edifícios. Empreendimentos que optam por ela colaboram para melhorias na saúde pública e para o equilíbrio ambiental.

Segundo Ivan Schara, Gerente Executivo da Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil (PREVI) e proprietário do empreendimento, o telhado verde contribui desde a redução de ilhas de calor ao combate do efeito estufa. Silvia Regina do Nascimento Machado, paisagista do edifício Marques dos Reis, complementa que o telhado verde tem como principal objetivo o desenvolvimento sustentável.

O papel da JLL

A empresa é responsável pelo gerenciamento de infraestrutura do edifício Marques dos Reis. De acordo com Schara, a JLL tem compromisso com as questões de sustentabilidade ambiental e administração otimizada do condomínio. Como gerenciadora, a empresa é responsável pela operação, manutenção e conservação do prédio.

A JLL atua na manutenção e preservação de empreendimentos que investem em projetos de sustentabilidade. Dessa forma, ela contribui também com a pontuação para a certificação do LEED (Leadership in Energy & Environmental Design).

A expectativa com relação ao trabalho da JLL vem da vasta experiência no segmento imobiliário. A empresa aproveita as

oportunidades para implementar melhorias que minimizem o impacto da edificação no meio ambiente”, afirmou Schara.