São Paulo, roteiro da Arquitetura

Leitura de min

O Panorama convidou arquitetos da JLL a opinarem sobre alguns prédios considerados importantes obras arquitetônicas da cidade de São Paulo. E você também pode enviar a sua opinião.

 

Em recente estreia nos diversos cinemas brasileiros, “Obra”, longa-metragem em preto e branco do diretor paulistano Gregório Graziosi, tem a cidade de São Paulo como cenário. Ao assistir ao filme, o espectador reencontra alguns importantes ícones da arquitetura paulistana: o Edifício Copan, o Conjunto Nacional, a Estação Pinacoteca, a Casa Baeta, entre outros.

O Panorama convidou arquitetos da JLL a opinarem sobre alguns prédios considerados importantes obras arquitetônicas. Dê a sua opinião sobre esses prédios e outros ícones de São Paulo. Participe você também!

Ed. Copan

Fotos Copan: Larissa Aranha

 

Edifício Copan: projetado por Oscar Niemeyer na década de 1950, o prédio é um símbolo da arquitetura moderna brasileira. É bastante conhecido por sua geometria sinuosa, que lembra uma onda. Tem 115 metros de altura, 35 andares (incluindo três comerciais), além de dois subsolos.

O edifício Copan é a cara de São Paulo, com a beleza das curvas em concreto, características das obras do mestre Oscar Niemeyer. O edifício, hoje com mais de 5 mil moradores das mais diversas classes sociais,  reluta em manter vivo o convívio das pessoas que moram, trabalham e circulam pelo edifício, pois seu conceito original foi sempre trazer moradia juntamente com  centro comercial. Tudo num único espaço para o Centro de São Paulo.” (Emerson Kodama)

 

 

 

Conjunto Nacional_02

Fotos Conjunto Nacional: Larissa Aranha

Conjunto Nacional: projetado pelo arquiteto David Libeskind na década de 1950, caracteriza-se por ser um dos primeiros grandes edifícios modernos multifuncionais implantados na cidade.

Integra vários usos: residencial, comercial de escritórios, comercial de varejo, além de cinema/teatro e serviços. Tem uma escala que convida o pedestre a usar o espaço além da localização: a Avenida Paulista.” (Inaê Mikami)

 

 

 

 

958187-1075

Foto Casa Baeta: Nelson Kon/ Autorização: Rosa Artigas

Casa Baeta – residência de Olga Baeta, a Casa Baeta foi projetada pelos arquitetos Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi na década de 1950. Está localizada no bairro Butantã.

Projeto da fase Brutalista da Arquitetura, essa residência possui características marcantes: um bloco único visto de fora e cheio de detalhes, cores e níveis em seu interior. Uma fachada cega, branca, voltada para a rua e suas paredes internas coloridas, representando o movimento De Stijl e Mondrian. Há vários espaços sobre uma estrutura simples de concreto marcada por três pórticos principais.” (Carolina Scarcello)

 

 

Pinacoteca do Estado de São Paulo: museu de artes visuais, com ênfase na produção brasileira do século XIX até a contemporaneidade, pertence à Secretaria de Estado da Cultura. Foi fundado em 1905 pelo Governo do Estado de São Paulo. É o museu de arte mais antigo da cidade.

Pinacoteca SP

Foto Pinacoteca: Shutterstock/ Cifotart

A Pinacoteca do Estado é um dos mais belos museus de São Paulo e, em meio à agitada Avenida Tiradentes, é praticamente impossível passar pelo edifício neoclássico sem percebê-lo. O projeto original de Ramos de Azevedo, do final do século XIX, nunca foi concluído, o que deixou esse prédio ainda mais interessante, pois, com a intervenção do arquiteto Paulo Mendes da Rocha na década de 1990, o projeto valorizou a iluminação natural no interior do edifício e permitiu que novas áreas fossem abertas à exposição.”

(Cristianne Soler)