Gestão de Projetos começa antes da definição do layout

Leitura de 2min

“Cada empresa tem sua estrutura, mas o importante é entender como cada uma funciona em sua estrutura de governança e serviços e como avaliar esse serviço no resultado final. “

Um projeto de construção e arquitetura precisa ser visto como um ciclo interativo. As decisões tomadas durante a fase de projeto têm impacto direto na fase de operação do imóvel. Para garantir que o ambiente projetado seja confortável, bonito e promova o bem-estar dos ocupantes há vários elementos a se considerar, já na fase da escolha do imóvel.

Charles Nunes, diretor de Projetos e Obras da JLL, explica quais as vantagens em se contratar o serviço de gestão de projetos e a importância de contar com uma assessoria profissional desde a fase de conceito e identificação de necessidades.

Panorama – O que as empresas precisam saber ao contratar o serviço de gestão de projetos?

Charles Nunes – As empresas precisam perceber o real valor da gestão de um projeto. Quando visitamos clientes, vemos várias soluções muito bem resolvidas em termos de Engenharia e Arquitetura, por exemplo, mas que deixam a desejar do ponto de vista da funcionalidade. A gestão de projetos, contratada no timing correto, pode auxiliar na busca de equilíbrio entre todos os elementos de um projeto e, principalmente, garantir que o resultado seja um ambiente bom para as pessoas ocuparem.

E qual é o timing correto para a contratação do serviço de gestão de projetos?

Charles Nunes – A gestão de um projeto começa bem antes da definição do layout. Tem início ainda na fase da transação (compra/locação) do imóvel para garantir que o espaço seja adequado para atender as demandas e que, com o investimento realizado para a criação de um novo layout ou remodelação, trará os resultados esperados durante seu uso.

O projeto precisa ser visto como um ciclo interativo, em que várias premissas precisam ser analisadas e reavaliadas em conjunto. As decisões efetivamente tomadas na fase de projeto terão impacto durante a operação. O investimento feito para a realização de um projeto é normalmente amortizado em 10 anos, portanto esse capital precisa ser investido estrategicamente. Muitos clientes tomam decisões baseados apenas no custo inicial, porém, percebem depois que alguns elementos do projeto não foram considerados, e isso, fatalmente irá trazer surpresas no custo final.

Existem várias maneiras de fazer o investimento, com capital próprio da empresa ou através do capital do proprietário por meio de uma modalidade conhecida no mercado como Build to Suit (“construção sob medida” ou BTS), ou seja, o proprietário do imóvel assume o investimento em nome do locatário. Em que parcela de investimento isso irá trazer o maior benefício para empresa? Talvez a pergunta que se deva buscar responder antes é: como será estruturado o contrato e quais a obrigações de ambas as partes após a realização do investimento?

O mercado já entende as vantagens de se contratar corretamente a gestão de um projeto de construção e arquitetura?

Charles Nunes – O mercado nacional já avançou, mas ainda temos um caminho a percorrer. Grandes empresas que têm um departamento de Corporate Real Estate já trazem uma visão mais madura de todos os elementos que compõem um projeto. Estes percebem o valor de gestão de projeto, por terem diversas operações e comparativos em diversas abordagens – algumas com mais sucesso que outras.

Existem outras empresas que têm estruturado um Departamento de Engenharia e/ou Facilities e ainda outras em que existe apenas o Departamento de Compras como responsável por contratar a gestão de um projeto.

Cada empresa tem sua estrutura, mas o importante é entender como cada uma funciona em sua estrutura de governança e serviços e como avaliar esse serviço no resultado final.

Por ter a visão completa de um projeto e atuar em todas as fases do ciclo de vida de um imóvel, a JLL contribui muito para agregar valor aos projetos de seus clientes. Sejam empresas com uma visão mais voltada ao controle de processos ou as de perfil mais pragmático, temos a melhor solução para atendê-las.

 

Foto: Vanderson Satiro de Assis.