Impressoras 3D podem revolucionar a cadeia de suprimentos mundial

Leitura de 4min

A razão principal para essa mudança é que essas impressoras permitem a produção em espaços menores que os utilizados pelas indústrias convencionais.

Com usos diversos – da medicina à indústria aeroespacial, passando por embalagens e joias personalizadas –, as impressoras 3D vêm se tornando mais acessíveis e podem provocar uma revolução na manufatura e logística mundiais, como mostra uma ampla reportagem publicada pelo Diário do Comércio, em 12 de janeiro deste ano. Leia aqui.

Além da evolução desses equipamentos, desenvolvidos no século passado, na década de 80, a reportagem aborda as várias possibilidades de utilizar a máquina e cita uma pesquisa realizada pela JLL Los Angeles, segundo a qual o uso dessas máquinas em uma escala global pode mudar o fluxo das atuais cadeias de abastecimento”.

A razão principal para essa mudança é que essas impressoras permitem a produção em espaços menores que os utilizados pelas indústrias convencionais.

Para saber mais sobre o impacto da impressão 3D nas cadeias de abastecimento e na indústria, acesse a pesquisa da JLL.