Investimento estrangeiro em biociências migra para países de alto crescimento

Leitura de 4min

De acordo com o relatório global Life Science, da JLL, o investimento estrangeiro direto em novas unidades de pesquisa e desenvolvimento, industriais e de escritórios do setor farmacêutico estão migrando para países com altas taxas de crescimento.

De acordo com o relatório global Life Science, da JLL, o investimento estrangeiro direto em novas unidades de pesquisa e desenvolvimento, industriais e de escritórios do setor farmacêutico estão migrando para países com altas taxas de crescimento.

O redirecionamento para mercados com capacidade de evolução de receita, eficiências de custo, estruturas tributárias favoráveis e oportunidades de consolidação faz parte das estratégias de localização das empresas desde 2007, impulsionadas pela crise econômica.
Por conta disso, países como China, Índia e Cingapura têm chamado a atenção pelo potencial para vendas, pesquisa e desenvolvimento, com significativa redução de custos de fabricação. Brasil, Canadá e Suíça também compõem a lista dos mercados mais atraentes para os investimentos diretos no setor de biociências.

O estudo Life Science analisou os dez principais mercados receptores de investimento direto da indústria farmacêutica no período de 2003 a 2010.