JLL começa sua atuação em Gerenciamento de Propriedades em Brasília

Leitura de 2min

Gerenciamento do Edifício Parque Cidade Corporate marca início da atuação da JLL no Distrito Federal

Após uma estreia bem-sucedida em Brasília, a área de Gerenciamento de Propriedades da JLL quer expandir sua atuação no Distrito Federal. Desde janeiro, a equipe atende o Edifício Parque Cidade Corporate, com 3 torres de 12 pavimentos e 7 subsolos, num total de 80 mil m2 de área locável, ocupado, em grande parte, por órgãos públicos. Cerca de 5 mil pessoas trabalham no prédio, que ainda recebe 2 mil visitantes por dia.

Localizado na Asa Sul, o empreendimento, que tem no total mais de 230 mil m2, fica em frente ao Parque da Cidade e próximo à Universidade de Brasília e ao setor hoteleiro. No térreo, há uma área de compras, restaurantes e agências bancárias.

Fomos convidados a participar de uma concorrência pela Previ, que é uma das proprietárias do edifício e cliente da JLL no Rio de Janeiro e em São Paulo, e vencemos a disputa”, afirma o diretor de Gerenciamento de Propriedades, José Roberto Freitas.

Edifício Parque Cidade, que fica em Brasília - DF

Edifício Parque Cidade, que fica em Brasília – DF

Segundo ele, foi uma conquista importante para conhecer o mercado, entender o ritmo da cidade e mostrar a expertise, o espírito de parceria e a agilidade nas entregas. “Agora estamos prontos para expandir fortemente nossa presença em Brasília. Viemos para ficar”, diz José Roberto.

Em quase um ano de prestação de serviço neste condomínio, o gerente de infraestrutura Anisio Rafael Fernandes destaca que a equipe da JLL conquistou a confiança dos investidores e síndicos e o respeito das empresas prestadores de serviços para o condomínio.

Além de gerenciar as áreas comuns do edifício, a JLL responde também pela operação do centro de convenções, com capacidade para 600 pessoas, que faz parte do empreendimento. Para garantir o pleno funcionamento do local para o sucesso dos eventos, a equipe da JLL conta com oito colaboradores diretos e mais 115 profissionais terceirizados.

Brasília é carente de espaços como esse, e o centro de convenções do Parque Cidade é muito procurado”.