JLL inova ao implantar conceito Design & Build nos projetos desenvolvidos

Leitura de 6min

Em meio a um cenário de competitividade, a agilidade e a qualidade dos processos ganham ainda mais importância no mercado.

Em meio a um cenário de competitividade, a agilidade e a qualidade dos processos ganham ainda mais importância no mercado. No setor imobiliário essa realidade não difere. O tempo – muitas vezes escasso para a implantação de projetos de longo prazo – tem exigido que empresas do segmento busquem alternativas que melhor atendam às necessidades de seus clientes. O conceito de Design & Build é uma delas.

Nele, o cliente apresenta sua demanda com especificações sobre necessidades de operação, detalhamento e características que espera da obra a ser realizada e o prazo estipulado para a sua realização. A etapa seguinte é definir um time de projetistas que trabalhará alinhado com a equipe de construção, para otimizar a fase de projetos e garantir que a obra seja executada dentro das estimativas de custos previstas inicialmente. Esse método gera menor probabilidade de conflito.

O modelo, bem usual nos Estados Unidos, não é tão recente no Brasil. Porém, a dinâmica do mercado tem gerado soluções inovadoras. Em recente contrato com a instituição financeira ABN Amro, a JLL, por exemplo, viu-se diante de um novo desafio: providenciar em um prazo de 120 dias a mudança da sede da empresa para um novo imóvel, com espaço maior e totalmente equipado.

Escritório ABN | Foto: Rogério Gomes

Escritório ABN | Foto: Rogério Gomes

Após a aquisição de um banco no Rio de Janeiro, o ABN precisou sanar rapidamente essa necessidade. A sede inicial acomodava 20 pessoas, enquanto o novo local deveria comportar 150 profissionais.

Para substituir o pequeno espaço na região da Paulista por um andar no edifício triple A Infinity, no Itaim (SP), dentro de um prazo desafiador, a solução ideal encontrada pela JLL foi a Gestão do Design & Build. Durante a fase inicial de planejamento, a JLL estruturou um processo de contratação de um fornecedor que assumiria a responsabilidade tanto do desenvolvimento dos projetos técnicos quanto da execução da obra.

Segundo Cristianne Soler, responsável da JLL pelo projeto, o modelo auxiliou a equipe a se manter focada em suas bases de gerenciamento: orçamento, prazo e escopo. “Fomos contratados para gerenciar todo o projeto e garantir que fosse entregue dentro do prazo e de acordo com todas as solicitações do cliente”, explica, ao mencionar que a adequação do espaço aos conceitos e requisitos para a certificação LEED era um dos itens requeridos.

Solicitado em dezembro, o acordo incluía a realização de todas as fases de planejamento e projetos em um período crítico para a compra de produtos e equipamentos – Natal, Ano Novo e Carnaval.

Tivemos de estabelecer cada passo minuciosamente, pois o orçamento envolvia a aquisição direta de itens como mobiliário funcional, decorativo, entre outros, com a finalidade de obter preços mais competitivos. O cronograma, por sua vez, indicava a necessidade de engajar todos os stakeholders, que deveriam estar comprometidos com o calendário, além de controlar todas as etapas de entrega”, completa Cristianne, destacando que a tecnologia – desenvolvida pelo ABN na Holanda, sem um ponto de contato local – também exigiu da JLL um maior monitoramento sobre os projetistas técnicos e instaladores.

Após conclusão do projeto, dentro do período determinado, a equipe da JLL, assim como o seu cliente, se diz satisfeita com a experiência. Tanto que a área de Gestão de Projetos e Desenvolvimento já agrega mais um serviço: Gestão do Design & Build.

Esse conceito oferece mais agilidade ao cronograma de implantação e, como consequência, uma provável economia no primeiro ano de contrato para despesas de ocupação como aluguel, IPTU e condomínio. Para que tudo saia dentro do estabelecido, a palavra de ordem é comprometimento, tanto do contratado quanto do contratante”, acrescenta Cristianne.

De acordo com ele, após o ABN, mais cinco contratos no modelo Design & Build estão agora em fase de execução. A meta é expandir esse serviço ainda mais.