Mercado de locação de escritórios começa a dar sinais de recuperação em São Paulo e no Rio de Janeiro

Leitura de 3min

Dados da pesquisa “First Look – Escritórios Alto Padrão”, realizada pela JLL, mostram que as cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro registraram melhorias no mercado de locação de escritórios no primeiro trimestre de 2018. De acordo com Eduardo Miyamoto, da área de Pesquisa e Inteligência de Mercado da JLL, São Paulo apresenta uma melhora mais expressiva em relação ao Rio de Janeiro no que se refere à recuperação do mercado imobiliário.

Em São Paulo, quatro dos sete edifícios entregues no trimestre de 2018 estão locados. Os prédios inteiramente ocupados se concentram nos arredores dos Jardins, da Av. Paulista e Vila Olímpia. Nessas regiões, a taxa de vacância está mais próxima dos cerca de 15% considerados saudáveis pelo setor imobiliário.

No entanto, ao analisar a vacância total da cidade, a taxa registrada no primeiro trimestre do ano foi de 25,5%. “Apesar da melhora do desempenho do mercado, a vacância ainda está alta da capital paulista. 70% da área dos novos edifícios entregues continuam disponíveis”, pontua Miyamoto.

Chegada do Bradesco ao Porto Maravilha é destaque no mercado de locação de escritórios no RJ

O Rio de Janeiro também apresentou taxa de vacância elevada no período, de 36,2%, o que, segundo Miyamoto, cria um ambiente favorável para os inquilinos, que estão conseguindo condições comerciais únicas. Este cenário não impediu que a cidade registrasse, no primeiro trimestre de 2018, o maior volume de locação de escritórios dos últimos quatro anos.

A chegada do Bradesco ao edifício Port Corporate, no Porto Maravilha, contribuiu com esta realidade. “Há expectativa de melhora na atratividade da região, o que deve favorecer a retomada do crescimento do mercado local de locação de escritórios”, explica Miyamoto. Vale destacar que o Porto Maravilha concentra mais de 50% das novas locações no início de 2018. 

Locação de escritórios em números

Veja alguns números sobre o mercado de locação de escritórios de São Paulo e do Rio de Janeiro, disponibilizados pela JLL na pesquisa “First Look – Escritórios de Alto Padrão”:

 

Locação de escritórios em São Paulo (comparação 1T18 x 4T17)

  • m² entregue: 147 mil m² x 29 mil m²
  • Ocupação: 110 mil m² x 138 mil m²
  • Vacância: 25,5% x 24,9%
  • Preço pedido médio: R$ 82 por m²/mês nos dois períodos

 

Locação de escritórios no Rio de Janeiro (comparação 1T18 x 4T17)

  • m² entregue: nenhuma entrega nos dois períodos
  • Ocupação: 46 mil m² x 43 mil m²
  • Vacância: 36,2% x 36,8%
  • Preço pedido médio: R$ 86 por m²/mês x R$ 85 por m²/ mês

 

Acesse também a pesquisa “First Look – Escritórios de Alto Padrão” sobre o mercado de locação de escritórios de São Paulo e do Rio de Janeiro no primeiro trimestre de 2017.