Mercado de locação de escritórios de alto padrão apresenta recuperação no Rio de Janeiro

Leitura de 3min

Depois de um longo período em queda, o mercado de locação de escritórios de alto padrão do Rio de Janeiro começa a apresentar melhoras significativas. O terceiro trimestre de 2018 registrou a melhor absorção líquida (ocupação real de espaços) dos últimos quatro anos, como mostra a pesquisa First Look, realizada pela JLL.

De acordo com Débora Costa, coordenadora de Pesquisa e Inteligência de Mercado da JLL, o mercado de locação de escritórios de alto padrão, desde o começo do ano, apresenta uma retomada gradual de crescimento e deve chegar ao final de 2018 com números positivos.

Em 2017, esse setor fechou o ano com retração, mas, para esse ano, esperamos um resultado positivo em absorção líquida. Nossa expectativa é que essa melhora seja ainda mais significativa em 2019”, afirma Débora.

Terceiro trimestre em números

– 29 mil m² ocupados

– 17,8 mil m² entregues

– 36,5% de taxa de vacância

– R$ 84 o valor do m² por mês

É importante destacar que, apesar do aumento da ocupação de escritórios de alto padrão, a taxa de vacância não recuou. Isso porque os espaços entregues no período ainda estavam 100% vagos até o fechamento do trimestre”, explica Débora Costa.

O setor de Óleo e Gás no Rio de Janeiro

Um dos destaques em novas locações de escritórios de alto padrão no Rio de Janeiro no terceiro trimestre foi o setor de Óleo e Gás, responsável por 22% da metragem negociada no período.

Eduardo Miyamoto, coordenador de Pesquisa e Inteligência de Mercado da JLL, comenta que essa é uma informação muito importante para o mercado de locação, pois, se for considerado somente os escritórios de alto padrão, o segmento de Óleo e Gás é o maior tomador de espaços no Rio de Janeiro.

grafico

Dominados por companhias estrangeiras, motivadas a investir no Brasil, os últimos leilões de poços de petróleo no Rio de Janeiro são bons indicativos da retomada do segmento de Óleo e Gás.

O setor está voltando a ficar aquecido e as empresas começam a buscar novos espaços, o que reflete no mercado de locação de escritórios de alto padrão”, afirma Eduardo Miyamoto.

Outros fatores que melhoram as expectativas para o mercado de locação de escritórios de alto padrão são a recuperação do preço do barril do petróleo e o aumento do dólar. “Se comparado com o valor do preço do barril do petróleo, o preço do metro quadrado dos escritórios nunca esteve tão barato, o que os torna mais atrativo para as empresas do setor de Óleo e Gás”, conclui Débora Costa.