Mercado imobiliário experimenta o “flight-to-quality” de inquilinos

Leitura de 5min

Ao se mudarem para prédios novos e mais bem estruturados, as empresas conseguem concentrar suas atividades em um único espaço, o que representa ganhos em termos de eficiência operacional, gestão de pessoas e evita que atividades e setores da organização fiquem dispersos e espalhados por diversos pontos da cidade.

Com uma taxa de vacância acima dos 20%, o mercado imobiliário de São Paulo oferece no momento ótimas oportunidades para empresas que estejam à procura de edifícios mais modernos e confortáveis para se instalar.

Esse movimento, conhecido como “flight-to-quality” – ou voo em direção à qualidade -, é impulsionado por grandes corporações, como P&G, Merck, Cielo e a empresa de consultoria e serviços KPMG. Todas elas recentemente deixaram prédios antigos e fincaram suas novas sedes corporativas em espaços mais eficientes e adequados às suas necessidades operacionais e de expansão.

O atual momento é bastante favorável aos ocupantes, o que tem trazido boas oportunidades para empresas que buscam a mudança de seus escritórios, seja para otimizar espaços, implantar um novo conceito de ocupação, aprimorar infraestrutura e tecnologia e também, claro, para reduzir custos de ocupação”, define Monica Lee, diretora da área de Global Clients da JLL.

Ao se mudarem para prédios novos e mais bem estruturados, as empresas conseguem concentrar suas atividades em um único espaço, o que representa ganhos em termos de eficiência operacional, gestão de pessoas e evita que atividades e setores da organização fiquem dispersos e espalhados por diversos pontos da cidade.

Como a JLL pode apoiar a decisão de mudar

Para inquilinos que estejam dispostos a aproveitar o cenário em busca de novas opções, a executiva pondera que a JLL pode colaborar em várias frentes. Seja, por exemplo, para conduzir uma análise detalhada para identificar o imóvel mais adequado para o cliente, por sua localização, tamanho e perfil; participando de negociações de compra ou locação do imóvel; ou mesmo gerenciando possíveis projetos e obras no local escolhido.

Assista ao vídeo que fizemos com a diretora Monica Lee e entenda esse cenário de mercado.