Patrimônio Cultural Carioca

Leitura de 5min

O Rio de Janeiro é a cidade brasileira que mais concentra construções de arquitetura Art Déco.

O Edifício Brasília, onde está localizado o escritório da Regional Rio de Janeiro da JLL, na Avenida Presidente Wilson, foi nomeado Patrimônio Cultural Carioca pela Prefeitura do Rio, em novembro. O prédio faz parte do “Circuito Art Déco”.

Segundo a Prefeitura,

apresenta composição clássica, de ênfase decorativa, com elementos geometrizados, típicos do Art Déco. Destaque para a relação de cheios e vazios da fachada”.

Uma placa com essas informações foi afixada na fachada do edifício. Aproveite para ler um pouco mais sobre o Edifício Brasília!

O Rio de Janeiro é a cidade brasileira que mais concentra construções de arquitetura Art Déco, devido à influência que sofreu nos anos 20. No Rio, um sinônimo de escultura neste estilo é justamente o maior cartão-postal da cidade e do País: o Cristo Redentor, a maior escultura Art Déco do mundo. Além do Cristo Redentor, há diversos exemplos da difusão do Art Déco na cidade, em vitrais, escadarias, decoração de calçamentos e letreiros.

Em 2011, a Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos, concluiu a recuperação de seis monumentos de estilo Art Déco na cidade. Os monumentos a Saldanha da Gama, no Jardim de Alah; a Pinheiro Machado, em Ipanema; ao Almirante Tamandaré, na Praia de Botafogo, na Zona Sul; ao Marechal Deodoro da Fonseca, na Praça Paris, na Glória; a Santos Dumont, na Praça Salgado Filho; e o Chafariz da Mulher com Ânfora, no Centro.

Art Déco

O estilo Art Déco deve o seu nome à Exposição Internacional de Artes Decorativas e Industriais Modernas (em francês: Exposition Internationale des Arts Décoratifs et Industriels Modernes), realizada em Paris, em 1925. O movimento popular internacional de design afetou as artes visuais, a moda, a pintura, as artes gráficas, o cinema, as artes decorativas, o design de interiores, o desenho industrial e a arquitetura. O Art Déco mesclou vários outros movimentos do século XX (incluindo modernismo, construtivismo, cubismo, bauhaus, art nouveau e futurismo). Na arquitetura e na construção civil, os edifícios ganharam um estilo geometrizado. Além disso, ornamentos de bronze, prata, mármore, marfim e materiais nobres foram utilizados nessas construções.