A JLL foi contratada pela Rio Bravo Investimentos – uma das maiores administradoras de fundos imobiliários do Brasil, que tem entre seus principais clientes a Caixa Econômica Federal, para desenvolver a expansão de mais de 30 novas agências, em 3 anos. O contrato com a Rio Bravo corresponde não somente a um projeto de grandes proporções, mas também de alta complexidade.

O Fundo de Investimento Imobiliário Agências CAIXA – FII surgiu no final de 2012, como complemento ao plano de expansão de agências da Caixa Econômica Federal no país. Somente para os primeiros meses de 2014, estão previstas quatro novas unidades. A primeira delas, com localização prime (Av. Brigadeiro Faria Lima, 1644) e aproximadamente 350 m² de loja, foi inaugurada pela CAIXA no dia 6 de fevereiro. Até o final do ano, a perspectiva de lançamento é de um total de 10 novas agências, em regiões como São Paulo, Mogi das Cruzes, Suzano, entre outras.

Com base em seu know-how no mercado imobiliário, a JLL foi escolhida para atuar como consultora imobiliária do Fundo e atuar nas frentes de prospecção de oportunidades e projetos. O trabalho tem ocorrido da maneira e com a qualidade esperadas, buscando sempre realizar o objetivo maior, que é a inauguração de agências da CAIXA”, afirma Augusto Martins, gerente da área de Investimentos Imobiliários da Rio Bravo.

Segundo Felipe Cesena, analista sênior da JLL, a complexidade do projeto é tão grande que foram necessárias diversas reuniões para contemplar todas as necessidades. “Um dos desafios é encontrar, dentro do prazo estipulado, imóveis disponíveis para a venda, que, além de regularizados e com as documentações em dia, estejam alinhados ao valor estipulado pela CAIXA”, afirma ele. Em 2013 e início de 2014, foram pesquisadas mais de 50 localizações e concluídos cinco processos de aquisição, além de outros 10 pontos, ainda em processo de negociação.

Dando continuidade à parceria estabelecida com a Rio Bravo, a JLL ainda é responsável por obter a legalização da obra e a aprovação junto às prefeituras locais. De acordo com Fernanda Zanutto, uma das responsáveis pelo projeto na área de Desenvolvimento de Projetos da JLL, foram sugeridas construtoras e empresas de arquitetura, que passaram por licitação, para trabalhar no layout e obra das agências.

Nesse caso, nosso principal desafio foi o planejamento orçamentário, em que negociar custo e prazo é vital para a viabilização do projeto. Especificamente com relação à CAIXA, tivemos total condição para contornar todos os imprevistos e entregar o projeto dentro do cronograma”, conclui Fernanda.