Procura por melhor localização e instalações modernas mantém demanda por galpões aquecida

Leitura de 6min

Mesmo com a economia crescendo menos do que o desejado e a indústria enfrentando um momento difícil, o segmento de galpões industriais de alto padrão segue aquecido.

Mesmo com a economia crescendo menos do que o desejado e a indústria enfrentando um momento difícil, o segmento de galpões industriais de alto padrão segue aquecido. Um dos motivos que explicam a alta demanda por esses imóveis é, curiosamente, o recente aumento da oferta. Ao longo dos últimos três anos, os mercados mais relevantes – São Paulo e Rio de Janeiro –, agregaram números expressivos a seus estoques de galpões de 1ª linha. São aqueles com pé direito de 12 metros, piso que suporta de três a cinco toneladas e uma quantidade maior de docas.

Tendo à disposição galpões mais confortáveis e modernos, as empresas da cadeia de transporte e logística passaram a migrar dos antigos imóveis para os novos, o que fez com que a procura se mantivesse bastante forte”, explica Pedro Candreva, diretor comercial da JLL.

Em São Paulo, o maior interesse das empresas está em se posicionar no trecho Anhaguera-Bandeirantes, cuja localização é considerada privilegiada e a malha viária, de ótima qualidade. Já no Rio, a migração das empresas para galpões com melhor infraestrutura tem ocorrido, com frequência, no eixo que vai da Avenida Brasil ao município de Seropédica.

 Condomínios logísticos

Em nome da geração de maior economia e eficiência, muitas empresas têm redesenhado seu processo logístico. Isso fez com que diversos prestadores de serviço do setor concentrassem suas operações em novos Centros de Distribuição (CDs) ou condomínios logísticos. São espaços amplos, capazes de abrigar até cinco operadoras de transporte ao mesmo tempo, uma vez que companhias contratantes dos serviços contam com várias delas para executar o trabalho de distribuição. “Essas operadoras logísticas têm os galpões como matéria-prima do serviço que prestam e estar em instalações modernas e bem localizadas significa ter um cartão de visitas para atrair novos e grandes clientes”, observa Candreva. O executivo da JLL cita o aumento da importação de produtos pela indústria nacional como outro fator que impulsiona a procura por galpões industriais de alto padrão. “Há um volume crescente de produtos importados vindo, em especial dos setores de equipamentos elétricos, vestuário e alimentício, o que faz com que as empresas busquem espaços para armazenamento.”

Dinheiro novo

Além do grande interesse de inquilinos, a facilidade e rapidez em construir galpões tornaram o segmento atrativo aos olhos de investidores que aplicam em imóveis.

Essas características e o potencial de desenvolvimento, que é muito promissor, fizeram com que diversos fundos e bancos passassem a se interessar pelo setor”, diz Candreva. Conheça os imóveis industriais da JLL