Quer trabalhar em casa?

Leitura de 5min

Em um típico ambiente de trabalho baseado nesta inovadora linha de pensamento, amplos espaços avarandados, áreas tomadas por vegetação e sofás espalhados por extensões abertas e sem paredes fazem parte de algo que só de longe lembra os antigos escritórios fechados.

O conceito WorkPlace Innovation pode ser melhor entendido com uma imagem: que tal trabalhar em um lugar que mais lembra a varanda de uma bela casa, em uma confortável poltrona aveludada e com uma brisa suave passeando de vez em quando sobre o computador? Talvez isso soe um tanto poético e irreal, mas na prática o WPI é mais ou menos assim. Aliás, bem mais do que menos.

Em um típico ambiente de trabalho baseado nesta inovadora linha de pensamento, amplos espaços avarandados, áreas tomadas por vegetação e sofás espalhados por extensões abertas e sem paredes fazem parte de algo que só de longe lembra os antigos escritórios fechados.

O WPI leva o bem-estar e a mobilidade que se tem em casa para dentro do escritório”, diz a arquiteta Claudia Andrade. “É mais produtivo, pois induz a criatividade e a expansão dos limites. É algo realmente novo e estimulante.”

A Philips, GSK Glaxo Smith Kline e a Microsoft, por exemplo, são empresas que seguem conceitos similares e a área de Gestão de Projetos e Desenvolvimento da JLL atuou em ambos os projetos. Internamente, o 25º andar do edifício onde a JLL está instalada em São Paulo, na Avenida das Nações Unidas, também segue o mesmo conceito, com um espaço totalmente preparado para mais mobilidade.

Saiba mais sobre a JLL.