Restaurantes internacionais movimentam o setor imobiliário no Brasil

Leitura de 5min

Redes como a europeia Vapiano desembarcam no país, impulsionando os serviços de consultoria da JLL.

Lançado na década de 1960, nos Estados Unidos, o conceito de restaurantes casual dinning tem conquistado o mundo, sendo o Brasil um mercado atrativo. Nomes sagrados – como Red Lobster, Olive Garden, Cheese Cake Factory, Longhorn Steak House, P.F. Chang’s – reforçam o interesse pelas oportunidades existentes no país, inclusive com alguns desses com loja a serem inauguradas. Esses investimentos não apenas comprovam o potencial do casual dinning em território nacional – representado por outras redes renomadas, a exemplo do Outback, Applebee´s e Pizza Hut, que registram recordes de vendas – como também movimenta o setor imobiliário e a prestação de serviços de consultoria no segmento.

Alinhado ao conceito casual dinning, o fast casual também é reconhecido pelo ambiente sofisticado e pratos diferenciados, sem oferecer, porém, o conhecido serviço de mesa. Nessa categoria, um dos destaques é a rede europeia Vapiano, que oferece uma gastronomia mediterrânea de alta qualidade em espaços modernos e urbanos. Presente em 150 cidades, em 28 países, a rede desembarcou no Brasil em 2013, instalando-se primeiramente na cidade de Ribeirão Preto (SP) antes de inaugurar, em agosto, uma unidade na Rua Joaquim Floriano, no Itaim, e mais duas até o final desse ano em outros pontos estratégicos da capital paulista.

Hoje, a expertise da JLL tem auxiliado marcas internacionais, como a Vapiano, a alcançar seus objetivos, ao identificar o local ideal de instalação. A facilidade em se exportar uma marca de restaurantes contribui para o aumento do interesse de redes, como a Vapiano, pelo Brasil.

Ciente da importância desse segmento, a JLL acompanha as tendências, atendendo às necessidades de grandes estruturas. Para isso conta com uma equipe altamente capacitada, preparada, inclusive, para a gestão de toda a obra. A demanda de serviços de consultoria especializada no varejo tem motivos, sendo o mais importante adquirir um parceiro estratégico, que ajude a pensar em soluções para superar os obstáculos de uma expansão internacional.

Para mapear e encontrar exatamente a região que atenda às suas expectativas, o investidor precisa considerar que os restaurantes contam com três momentos de maior atuação: de segunda a sexta-feira no horário de almoço; de segunda a quinta-feira à noite; e integralmente nos finais de semana.

O Brasil ainda tem poucas marcas internacionais de restaurantes atuando, em comparação a outros países. Existe sim, uma demanda reprimida. O brasileiro gosta de comer bem, tornando o fast casual e o casual dinning um negócio ainda mais promissor. Monica Lee, diretora da área de Global Clients da JLL, informa que muitas empresas multinacionais como a Vapiano têm interesse em ganhar mercado no Brasil.

Temos uma equipe aqui no Brasil pronta para fazer essa ponte entre o mercado e essas multinacionais, não só no mercado de alimentação como em outros em franca expansão”, conta.

Segundo Roberto Patiño, diretor de negócios de Client Solutions, que é a área da JLL que lida com clientes locais, já existe demanda de negócios imobiliários de cadeias nacionais, que passam por processo de profissionalização e crescimento acelerado.

Temos recebido pedidos de marcas locais que nos buscam para ajudar em seu plano de expansão, tanto para pontos novos quanto para ajudar em adequar sua logística de armazenagem e distribuição com novos espaços. São tipicamente empresas que receberam aporte de empresas de capital de risco (private equity) e contam com um plano profissional de crescimento. Essas empresas entendem o valor agregado e resultado que empresas como a JLL podem trazer para seus planos de crescimento”, conclui.