Leitura de 3min

Assim como um indivíduo tem de cuidar de sua saúde para não precisar tratar da doença, também os prédios precisam de cuidados preventivos.

O ditado popular já diz: prevenir é melhor que remediar. Por isso, precisamos consultar o médico periodicamente para fazer exames preventivos. Dessa forma, podemos ter uma visão geral de como está nossa saúde e tomar providências já nos primeiros sinais de problemas.

Essa analogia cabe perfeitamente no conceito de vistoria predial, uma inspeção ampla e detalhada que realizamos no máximo a cada quatro meses em todas as propriedades gerenciadas por nós. Munido de um check-list, um engenheiro do departamento técnico da área de gerenciamento de propriedades da JLL, com experiência e conhecimento amplo, realiza um verdadeiro check-up no imóvel.

Durante dois ou mais dias, junto com o gerente predial da JLL, nosso engenheiro percorre cada área da propriedade observando cada equipamento, as instalações elétricas, hidráulicas, elevadores, sistemas de ar-condicionado, sistema de detecção e alarme de incêndio, para-raios, circuito interno de TV a parte civil entre outras. É como um clínico geral, um médico com visão sistêmica, capaz de identificar problemas e, quando necessário, indicar uma consulta com especialista.

O produto dessa vistoria predial é um relatório técnico minucioso, que aponta com descrição e com fotos as não conformidades encontradas, recomendando ações sobre o que pode ser feito para corrigir o problema de imediato. Podemos dar ainda uma estimativa de custo para sanar os problemas encontrados e indicar parceiros que podem ser acionados para isso.

Com esse documento em mãos, o síndico ou o proprietário terá uma visão geral do estado do empreendimento e montar um plano de ação para corrigir situações que, se não forem tratadas, podem vir a causar grandes transtornos. Imagine uma pane no sistema de ar condicionado num edifício sem janelas…

É bom lembrar que todos os edifícios que administramos passam por manutenções preventivas periódicas, mas isso não impede que, nos intervalos entre elas, possam ocorrer distorções ou anomalias no funcionamento dos sistemas.

São diversos os benefícios de se realizar a vistoria predial, especialmente no caso de prédios que já passaram de 10 anos de operação e naqueles que possuem equipamentos mais antigos. O primeiro deles é que a identificação de problemas no seu início permite uma correção mais fácil, rápida e com menor custo.

Acreditamos que, agregando essa vistoria em nossa prestação de serviço de gerenciamento de propriedade contribuímos para aumentar o grau de confiabilidade operacional, o bom funcionamento do edifício e agregamos valor ao empreendimento garantindo a satisfação do proprietário e de seus ocupantes. A antecipação de problemas evita quebra e reduz riscos. O bom funcionamento do sistema de ar condicionado, por exemplo, otimiza sua performance, evitando que consuma energia elétrica além do necessário.

Esse mesmo tipo de vistoria pode ser realizado para clientes eventuais, como shopping centers, bancos, imóveis comerciais e de varejo, que, por força da legislação, precisam de um relatório anual externo sobre as condições do imóvel e sua infraestrutura. Eventualmente, proprietários também encomendam a vistoria para saber se o inquilino está preservando seu patrimônio.

Analisamos ainda a documentação do edifício, como o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), o Relatório de Inspeção Anual de Elevadores (RIA), laudo de para-raios e de descarte de lixo orgânico e reciclado entre outros. São obrigações importantes, pois o descumprimento de procedimentos e prazos está sujeito a multas e em casos extremos, a interdições.

Evaldo Pisani é gerente técnico de Gerenciamento de Propriedades na JLL

Assista também ao vídeo: